QC Sexo

Significado de ninfeta: entenda definitivamente

O significado de ninfeta normalmente é relacionado a sensualidade, mas pouca gente sabe que o termo ninfeta tem origens muito mais antigas do que se pode imaginar.

Hoje você vai entender mais sobre o significado de ninfeta, mitologia, e outras curiosidades que ajudam a compreender o significado de ninfeta. Boa leitura!

O que é uma ninfeta?

O termo ninfeta é utilizado para classificar meninas jovens ou adolescentes que possuem comportamentos, pensamentos e atitudes que incitam o desejo sexual.

Significado de ninfeta

Ninfeta é um substantivo feminino utilizado para descrever meninas ainda adolescentes, mas que despertam grande desejo sexual.

Outra definição para o termo diz tratar-se de uma menina que reúne a delicadeza de uma jovem com a sensualidade de uma mulher mais experiente.

Também é utilizado para fazer referência a jovens ainda virgens, mas que transmitem muita sensualidade e despertam grande desejo sexual.

A palavra ninfeta tem sua origem derivada do termo ninfa (Nimphe), que é muito utilizada como significado para “noiva”.

Ninfas e a mitologia grega

Na mitologia grega as ninfas eram consideradas seres que pertenciam a categoria de espíritos da natureza.

Para os gregos as ninfas são figuras diretamente ligadas a natureza ou lugares e objetos. Também é atribuída as ninfas a representação de símbolo de fertilidade, característica que faz com que as ninfas sejam sempre do sexo feminino.

Mesmo sendo consideradas divindades menores as ninfas eram bastante cultuadas entre os gregos mesclando devoção e temor.

As ninfas da mitologia grega são classificadas e divididas da seguinte forma:

  • Ninfas hidríades: grupo das ninfas associadas diretamente a água doce, como Pegéias, Crinéias, Potâmides e Heleiades.
  • Ninfas agrónomides: grupo onde se reúnem as ninfas associadas ao gado, rebanhos e pomares, como Perimélides e Epimélide.
  • Ninfas halíades: esse grupo é associado as águas doce e salgada, como as Oceânidas e Nereidas.
  • Ninfas epigeias: esse é um grupo que reúne as ninfas associadas ao cultivo da terra. Algumas delas são Napéias, que representam os vales, Oréades representando as montanhas, Antríades das cavernas, Antusas das flores e Melíades das árvores do freixo.
  • Ninfas astérias: as ninfas desse grupo são associadas aos astros e as estrelas, como Hespérides, Plêiades e Hiades.
  • Ninfas Urânias: grupo de ninfas associado aos céus, representado pelas Auras e Neféles.

Segundo a mitologia grega os sátiros, criaturas metade homem e metade bode, eram os parceiros sexuais das ninfas.

Ninfas na biologia

Na biologia, o termo ninfa é utilizado para identificar certos tipos de insetos que ainda se encontram em estágio imaturo de desenvolvimento.

Nesses casos esses insetos deixam de passar pela sua fase pupal, indo direto para a sua fase adulta, ao contrário do que acontece com as espécies de insetos que passam pelo processo de metamorfose completo.

Alguns insetos bastante conhecidos que apresentam pela fase da ninfa são os grilos, baratas, ácaros, gafanhotos e louva-a-deus.

Lolita

A obra literária que tornou público o significado de ninfeta foi escrita pelo romancista americano Vladimir Nabokov.

Lolita foi publicado em 1955 e ganhou bastante repercussão por tratar de um tema controverso para a sociedade da época.

O personagem principal do livro, o professor universitário de Literatura Humbert Humbert se apaixona pela jovem Dolores Haze, que tinha ainda 12 anos de idade e despertava muito desejo sexual de Humbert.

Com o desenrolar da trama o professor acaba se tornando padrasto da jovem Dolores, de onde surge o envolvimento sexual entre as personagens. Durante esse relacionamento o professor Humbert utiliza o apelido Lolita sempre que está em companhia de Dolores.

Em pouco tempo após sua publicação, Lolita atingiu o status de clássico da literatura, presente entre os 100 melhores romances em língua inglesa.

O sucesso do livro fez com que o cinema mostrasse seu interesse em levar a história de Lolita e Humbert para as telas dos cinemas.

A primeira filmagem baseada na obra de Nabokov aconteceu em 1962, com direção de Stanley Kubrick e o roteiro escrito pelo próprio Nabokov.

Devido às restrições da época o filme acabou atenuando os aspectos mais controversos, o que fez com que o próprio Kubrick afirmasse tempos depois que, se soubesse de todos os problemas que o filme enfrentaria, provavelmente não teria aceitado o projeto.

Em 1997 foi lançada a segunda adaptação para o cinema do clássico de 1955. O filme contou com direção de Adrian Lyne e escrito por Stephen Schiff e tinha em seu elenco Jeremy Irons, Dominique Swain e Melanie Griffith.

Essa versão de Lolita explorou muito mais os aspectos controversos presentes na obra de Nabokov, e acabou enfrentando muitas dificuldades para encontrar distribuidores nos Estados Unidos, o que fez com que o filme fosse lançado primeiro na Europa.

As opiniões dos críticos em relação a Lolita foram bastante divididas, e em alguns países sua exibição enfrentou diversos problemas.

Ninfomania

Conhecida também como desejo sexual hiperativo, a ninfomania é um transtorno psiquiátrico que se caracteriza pelo apetite sexual excessivo ou compulsivo sem qualquer tipo de alterações hormonais no organismo da pessoa.

O termo ninfomania deriva da palavra ninfas e se deve ao surgimento desse transtorno apenas em pacientes do sexo feminino. O surgimento desse mesmo transtorno em pacientes do sexo masculino recebe o nome de satiríase. Algumas dessas mulheres acabam virando garotas de programa.

As pacientes diagnosticadas com ninfomania deixam de ter controle sobre seus impulsos e desejos sexuais, fazendo com que outros aspectos de suas vidas sejam afetados, como o rendimento escolar, amizades, reuniões de trabalho e encontros com familiares.

Mulheres ninfomaníacas acabam abrindo mão de todos esses momentos de suas vidas apenas em busca de experiências sexuais, que na grande maioria dos casos não resultam em sensações prazerosas, mas em sentimentos de angustia e culpa.

Em muitos casos é comum que a ninfomania venha acompanhada de crises de depressão e ansiedade.

Os principais sintomas da ninfomania são:

Considerações finais

Apesar do significado de ninfeta ser sempre utilizado com conotação sexual, a origem do termo vem de muito tempo antes, com fortes raízes na mitologia grega.

O termo ninfeta passou a ser bastante utilizado após os anos 50 com a publicação de Lolita, livro escrito por Vladimir Nabokov.

Deixe seu comentário!