QC Sexo

Tamanho do pênis importa? Mulher gosta de pau grande?

Se você tem espelho em casa, já pode ter se perguntado: o tamanho do pênis importa para a mulherada? Afinal, nesse universo masculino, o maior clichê é falar que tamanho é documento!

Neste artigo, vamos abordar, centímetro por centímetro, o que dizem as pesquisas sobre o assunto e relatar o que passa pela cabeça feminina. Afinal, como poucos sabem, as mulheres pensam diferente…

Se por um lado os marmanjos querem se orgulhar ou serem intimidadores com a medida do pinto, a mulherada prefere a sua beleza, sendo irrelevante se é pequeno, médio ou grande.

Tamanho do prazer

De acordo com alguns especialistas, certas mulheres até acham que o tamanho do pênis importa. Para elas existe a crença de que o pinto tem relação proporcional com sua satisfação, passando a sensação de “preenchimento” na hora da penetração.

Claro que essa ideia de elas preferirem os maiores pênis não significa que eles determinem a satisfação e até interfiram e contribuam diretamente para o orgasmo feminino.

Anatomicamente falando, a vagina nada mais é do que um músculo adaptável a qualquer formato e tamanho de pinto.

Mesmo porque a maioria das mulheres chegam ao orgasmo por meio de estimulações no clitóris, seja pelo sexo oral, mãos ou vibradores.

Em suma: para as mulheres, o tamanho do pênis importa, mas não precisa ser avantajado!

Maior nem sempre é o melhor

De acordo com sexólogas e psicólogas, se o tamanho do pênis importa ou não é apenas uma questão pessoal.

Existem vários relatos de mulheres que já namoraram ou foram casadas com homens bem-dotados demais, o que dificultava o prazer nas relações. Atualmente separadas, elas só preferem pintos pequenos ou médios!

O mito do pênis grande

Tamanho não é documento, mas quando é grande todos comentam! Se você já ouviu esse conceito, saiba que muitos mitos sustentam a ideia de que apenas os avantajados são os mais capazes de proporcionar orgasmos nas mulheres.

Mas fique tranquilo. Não há uma relação certa entre prazer feminino e tamanho de pênis, é apenas uma ilusão para se pensar que o prazer é maior se o pênis for grande!

Assim, enquanto os machistas disputam sobre quem tem o maior pinto, as mulheres andam procurando um pênis adequado ao modelo da vagina.

Pesquisando se o tamanho do pênis importa

Em recentes pesquisas realizadas na América do Norte e Europa, alguns entrevistados tiveram que adivinhar qual o tamanho de seu pênis ereto e que comprimento seria o ideal.

Não importando a resposta sobre tamanho médio, no quesito de comprimento ideal os números eram sempre maiores. Todo mundo queria ter um pau maior do que tinha!

Embora esse tipo de resultado seja intrigante, o tamanho do pênis importa, sim, para os homens. Pois essa fixação num comprimento ideal chega a variar desde uma relação sexual ocasional até dar autoconfiança.

Ainda de acordo com os dados levantados nessas pesquisas, entre os homens apenas 10% estão insatisfeitos com o tamanho do seu pênis. Para os que estar satisfeitos com seu equipamento, os números chegam a 45%.

Pelo lado feminino (o que você precisa saber), a maioria afirmou que o tamanho não é tão importante assim.

Embora 21,4% das mulheres responderam que ter um pauzão não é importante”, 11,2% confirmaram que esse detalhe nos homens é muito importante.

As mulheres e a importância do tamanho do pinto

Para os pesquisadores, uma coisa ficou clara:  a percepção do tamanho do próprio pênis é bem diferente da realidade! Isso porque a preocupação masculina para saber se o tamanho do pênis importa ocorre devido a pressões da própria sociedade!

Essas percepções são tão distorcidas que a realidade acaba sendo ignorada, fazendo o tamanho ser levado a noções exageradas.

Enfim, é bom você saber que tamanho de pinto influi em apenas uma parte da nossa sexualidade. Pois para sentir a realização plena num relacionamento, também é preciso ter autoconfiança sexual e outros fatores diversos.

Nossa (pequena) investigação

Você já deve ter refletido sobre a relação entre respeitabilidade e comprimento do pinto. Seja pelos anúncios de internet para aumentar o pau, ou reportagens e pesquisas, é até normal ficar em dúvida se o bendito chega a fazer essa diferença toda na hora do “vamos ver”!

Afinal, discutir se o tamanho do pênis importa é falar sobre a cultura machista que acaba por impactar a sua vida sexual. Historicamente, há milhares de anos, o tamanho do pau é associado à potência, virilidade e força. Mesmo quando pequenos, os garotos são guiados por esse mito.

Tamanho do pênis e o machismo

Esse machismo atinge seu ponto alto ao contrastar a figura cara pintudo, viril, rico e forte com aquela imagem imposta às mulheres, que devem ser virginais, sensíveis e passivas. Como objeto quase sexual, elas devem apenas satisfazer o parceiro para gerar filhos e perpetuar seu nome.

Isso significa que o homem chega a dar mais atenção ao próprio pau do que a outras partes do corpo. Prova disso é que os homens que carregam pintos enormes sentem-se sortudos, se acham os verdadeiros de toda a virilidade do mundo e querem ser vistos como os garanhões.

Enquanto para eles o tamanho do pênis importa, por outro lado, os caras que possuem pau bem abaixo da média são vistos como incapazes de terem um relacionamento amoroso e até de darem prazer e satisfazer alguma mulher.

Por isso que imaginar portar um pinto pequeno chega a ser dramalhão para aqueles que acham que tamanho do pênis importa.

O que pensam as mulheres

Ficou claro que para as damas, o tamanho do pinto é relativo para garantir uma boa trepada! E, como um cada pau é diferente do outro, cada mulher também tem boceta, vulva, grandes lábios e tudo mais diferente.

Tudo se trata de você ser um bom amante, utilizando o tamanho do pinto que tem para dar prazer na hora da penetração! Assim, a maioria das mulheres acredita que não é só com o pênis que se faz um bom sexo.

E para finalizar, se você ainda acha que tamanho do pênis importa, coloque uma coisa nas suas duas cabeças: a parte anterior de uma boceta é onde está a maior sensibilidade do órgão sexual feminino!

Você só precisa dos primeiros cinco centímetros do canal vaginal (onde fica o ponto G), para levar alguém ao delírio! E qualquer pinto chega aí!

Deixe seu comentário!