QC Sexo

Coito interrompido: o que é, para que serve e como fazer

Utilizado por um número muito grande de casais, o coito interrompido é um método contraceptivo muitas vezes não recomendado pelos Médicos. Entenda como funciona esse mecanismo e como o homem deve ter um autocontrole muito grande.

A vida sexual está sendo iniciada cada vez mais cedo pelos jovens, informa-los sobre os métodos contraceptivos é forma de evitar uma gravidez indesejada.

O coito interrompido é um dos métodos mais utilizados pelos casais para evitar a gravidez, mas será que ele funciona? E os riscos dessa prática, quais são? Vamos entender melhor e se você quiser experimente com o seu parceiro ou parceira.

As meninas estão ficando grávidas cada vez mais cedo, cerca de 11, 12 anos de idade. O mais triste é que isso acontece simplesmente por causa da falta de informação. A Organização Mundial da Saúde ou OMS diz que a única maneira de evitar esses acontecimentos é informar essas meninas sobre as maneiras de se evitar uma gravidez e principalmente de se evitar uma doença sexualmente transmissível.

Doenças graves como a AIDS e a Hepatite estão crescendo cada vez mais entre os jovens. Pode parecer absurdo nos dias de hoje com tanta informação fácil, principalmente na internet e ainda existam jovens contraindo doenças como essas com o sexo.

A maioria das desculpas de quem contrai esse tipo de doença estão relacionadas a preguiça de se prevenir. É isso mesmo, a maioria tem preguiça de colocar a camisinha para fazer sexo, ou até de tomar o remédio.

Lembrando que coito interrompido não tem nada a ver com ejaculação retardada.

O que é o coito interrompido e para que serve?

O coito interrompido é um dos métodos contraceptivos mais antigos do mundo. Ele é usado desde os tempos das nossas avós e perdura até hoje.

O coito interrompido nada mais é do que a retirada do pênis exatamente na hora em que ocorrerá a ejaculação.

Nesta prática não existe nenhum método contraceptivo, ou seja, o homem não usa camisinha e a mulher não costuma tomar pílula.

Alguns especialistas afirmam que este tipo de método de prevenção de gravidez é uma verdadeira furada. Eles não acreditam que seja possível prevenir uma gravidez simplesmente confiando no autocontrole do homem ao ejacular, pois a maioria não consegue e sempre deixa escapar um pouco de esperma.

Os especialistas tem um pouco de razão, pois se o homem não conseguir perceber que vai ejacular, dificilmente a gravidez será prevenida. A mulher que aceita fazer esse tipo de prática com o seu parceiro precisa estar ciente que se esse esperma atingir o seu canal vaginal, ela vai engravidar.

Por não ser muito aceito pela classe médica, muitos não recomendam essa prática como forma de prevenção.

É importante ressaltar que se o casal não tem nenhum outro método contraceptivo, esse pode ser utilizado. Basta treinar bastante antes de colocar em prática, pois a mulher depende do homem.

Como fazer o coito interrompido?

Muitos homens fazem o coito interrompido, mas antes disso é necessário praticar bastante.

Fazer essa prática não requer a utilização de camisinha. Você deverá penetrar a sua parceira normalmente e quando sentir que vai ejacular ou gozar como é dito popularmente, você tira o pênis da vagina dela.

Você pode ejacular onde quiser nela, menos na vagina. O local que você vai ejacular pode ser combinado antes para não pegar ninguém de surpresa por exemplo.

Essa prática é eficaz apenas para prevenir a gravidez, mas não para prevenir as doenças sexualmente transmissíveis, essas devem ser evitadas com a utilização de camisinha.

Para quem é indicado o coito interrompido e como fazer o cálculo?

O método do coito interrompido deve ser utilizado principalmente pelas mulheres que possuem um ciclo menstrual totalmente regular, ou seja, quando elas saibam com exatidão quando vão menstruar.

Se por acaso, as mulheres tem alguma dúvida de quando será o início da menstruação, esse método não é feito para ela, pois o risco de gravidez é alto.

Para as mulheres que possuem um ciclo menstrual regular existem calculadoras que fazem a conta desse ciclo menstrual e quais as datas mais propensas para engravidar. Visite esse site e experimente essa calculadora.

Outros métodos contraceptivos

Além do coito interrompido, existem outros métodos contraceptivos que podem ser utilizados pelo casal para evitar uma possível gravidez.

Esses métodos podem ser, veja a lista abaixo:

  • Tabelinha ou percepção de quando será fértil;
  • Camisinha feminina;
  • Diafragma;
  • Capuz vertical;
  • Espermicidas;
  • Esponja;
  • Pílulas contraceptivas de emergência;
  • Injeção anticoncepcional;
  • Adesivo anticoncepcional;
  • Esterilização;
  • Implante contraceptivo;
  • Anel vaginal;
  • Pílula;
  • DIU de cobre;
  • DIU hormonal;
  • Camisinha masculina.

Alguns métodos possuem uma eficácia maior e outros nem tanto. Se tiver alguma dúvida em relação a algum deles não hesite em perguntar para o Médico.

Quais são as vantagens e desvantagens desse método?

Esse método do coito interrompido possui vantagens e desvantagens que vale a pena conhecer para ver se é a mais adequada para você.

Vantagens

  • Pode ser feito, mesmo se ambos estiverem fazendo o uso de alguma medicação;
  • Mulheres em período de amamentação poderá utilizar esse método sem problemas;
  • Totalmente livre de hormônios.

Desvantagens

  • Não é um método muito confiável;
  • O sexo não flui naturalmente, pois o homem precisa interromper a penetração para ejacular;
  • Totalmente ineficaz na proteção contra doenças sexualmente transmissíveis.

Riscos do coito interrompido

As pessoas ainda possuem muitas dúvidas em relação ao sexo e ao métodos contraceptivos.

Muitas mulheres ficam na dúvida se podem engravidar com o coito interrompido, mesmo fazendo uso de camisinha.

A resposta é sim! A mulher corre o risco de engravidar, pois existe a penetração!

O coito interrompido como você aprendeu é um método contraceptivo cheio de falhas, principalmente porque depende única e exclusivamente do homem.

Outro detalhe muito importante e que deve ser levado em conta é que as glândulas de Cowper presentes no órgão masculino liberam uma espécie de secreção que lubrifica o pênis. Esse lubrificante pode estar cheio de espermatozoides ativos, totalmente capazes de fecundar o óvulo.

Essa lubrificação acontece para diminuir a acidez da uretra e assim fazer com que os espermatozoides atravessem sem nenhum tipo de complicação.

Esse método contraceptivo é muito utilizado por pessoas religiosas que não gostam de tomar medicações. Mesmo essas pessoas precisam ficar atentas a todas as questões relacionadas a esse tipo de contraceptivo.

Deixe seu comentário!