QC Sexo

Pompoarismo masculino: conheça a técnica que dá muito prazer

Quando se fala em pompoarismo, logo associamos ao sexo feminino, mas, pasmem, existe também o pompoarismo masculino. Essa técnica promete levar homens à loucura e ao prazer intenso, aumentando a quantidade de orgasmos de maneira bem significativa.

Os resultados obtidos com essa técnica são excelentes e muitos homens relatam que nunca tiveram um orgasmo tão intenso.

Os homens ainda são muito conservadores em relação ao sexo. Diferentemente das mulheres, acabam relutando mais para experimentar novas técnicas que auxiliem na performance sexual.

Tanto ele como ela buscam o prazer e a satisfação sexual. Exercícios de fortalecimento e autocontrole, por exemplo, deixam o homem muito mais seguro antes do sexo.

O pompoarismo masculino precisa ser treinado pelo homem pelo menos por algumas horas ao longo do dia, para que ele ganhe cada vez mais confiança no seu corpo e, com isso, saiba aonde quer chegar com os exercícios estipulados.

Esta técnica é chamada também de musculação íntima, onde se exige menos esforço do que você pode imaginar.

O que é o pompoarismo masculino?

Ouvir a palavra pompoarismo logo nos remete a algum assunto relacionado a introdução de “coisas estranhas” na vagina com o objetivo de fortalecer os músculos da região.

Realmente é verdade. O pompoarismo feminino utiliza alguns acessórios que promovem o fortalecimento e o controle dos músculos da vagina, com a finalidade de aumentar o prazer sexual.

O pompoarismo masculino é uma técnica que utiliza o pompoar, ou seja, uma ginástica que promove o fortalecimento dos músculos da pelve. Nesses exercícios, é possível que se amplie o prazer e aumente a intensidade dos orgasmos.

Acredita-se que essa técnica é originária da Índia e muito conhecida por alguns povos da Tailândia e da Indonésia.

Engana-se quem pensa que o pompoarismo é uma técnica exclusiva das mulheres.

Homens que possuam disfunções eréteis e dificuldades na hora da transa podem experimentar os benefícios que essa técnica traz. Ter uma vida sexual ativa e saudável faz com que as doenças fiquem cada vez mais longe do seu corpo.

Os exercícios podem ser feitos durante atividades do dia a dia como, por exemplo, quando você está dirigindo, simplesmente sentado no escritório ou até mesmo quando está assistindo tv.

Utilizar essas técnicas enquanto você está transando é uma excelente opção, claro.

Veja também:

Que tipos de benefícios são observados com a prática?

Diferentes tipos de benefícios são observados com a prática do pompoarismo masculino. Os principais são, sem dúvidas, aqueles relacionados ao fortalecimento da musculatura pélvica.

Fazer esses exercícios de maneira correta aumenta significativamente a circulação sanguínea da região. Aumentando a passagem de sangue na região do pênis, a excitação aumenta e a quantidade de tempo de cada transa também. Com isso, o homem começa a ter um tempo de ereção muito maior.

Pesquisas relacionadas a essa técnica afirmam que homens que aderem ao pompoarismo possuem um controle maior em relação a sua ereção, diminuindo assim os episódios de ejaculação precoce.

Confira a seguir alguns dos benefícios oferecidos pela prática do pompoarismo masculino:

  • Maior autocontrole;
  • Autoconhecimento corporal;
  • Atenção plena da respiração;
  • Fortalecimento dos músculos da pelve;
  • Melhora da circulação sanguínea na região do órgão sexual;
  • Desaparecimento da ejaculação precoce;
  • Aumento da imunidade.

Como praticar o pompoarismo masculino?

A prática do pompoarismo masculino começa pela respiração.

Essa respiração deve ser feita de maneira adequada, onde o ato de inspirar deve ser feito pelo nariz e o expirar pela boca. Quanto mais relaxado o homem estiver, mais satisfatória será a experiência.

Os exercícios contidos nessa técnica milenar visam principalmente o fortalecimento dos músculos da pelve masculina.

Os músculos PC ou pubiococcígeos são os mais trabalhados com esses exercícios. A localização deles está mais especificamente entre o ânus e o pênis e eles têm um papel importantíssimo que é o de interromper a urina quando o indivíduo vai ao banheiro.

Confira como fazer esses exercícios:

1º exercício: interrupção da urina ou exercício de Kegel

Esse é um dos exercícios mais importantes do pompoarismo masculino. Ele consiste basicamente na realização de contrações que interrompam a passagem da urina.

O ideal é que você faça esse exercício quando de fato estiver no banheiro, urinando.

Pratique esse exercício ao longo do dia, de 3 a 4 vezes, até ganhar confiança e ter pleno controle sobre esses músculos.

2º exercício: contrações da pelve (deitado)

Esse exercício deve ser feito deitado. As contrações devem ser repetidas em torno de 20 a 30 vezes com movimentos mais curtos e controlados.

A impressão é de que o pênis está tendo alguns espasmos. Isso é normal e não deve causar grandes preocupações.

Nesse exercício, não é necessário haver contrações das nádegas. Este tipo de exercício é apenas para os homens em nível iniciante.

3º exercício: controle dos movimentos do pênis

Este exercício deve ser feito em pé, sem roupa, na frente do espelho. Você deve fazer contrações rápidas do músculo pubiococcígeo diversas vezes. Quanto mais ereto ele estiver, melhor serão os movimentos.

Observe como são os movimentos para cima e para baixo.

Esse é um dos exercícios mais importantes para que você obtenha sucesso e vigor nas atividades sexuais.

4º exercício: exercícios isométricos

Um dos exercício mais poderosos do pompoarismo masculino são os isométricos.

Esse tipo de exercício deve ser feito ainda de frente para o espelho, totalmente sem roupa. O homem deve realizar exercícios onde o principal objetivo seja manter o pênis em pé por mais de 3 segundos.

Não se concentre no tempo e sim na sua respiração.

Outra dica importantíssima é aumentar gradativamente o nível de dificuldade. Experimente colocar um peso em cima do pênis, como uma toalha, por exemplo.

Contraindicações do pompoarismo masculino

A prática do pompoarismo masculino é feita com movimentos naturais para o corpo do homem e é totalmente segura.

Porém, existem sim algumas restrições importantes que devem ser levadas em conta. Veja a seguir:

  • Evite exagerar na prática, ou seja, aumentar o número de repetições dos exercícios;
  • Não utilizar pesos exagerados no pênis quando fizer exercícios isométricos;
  • Se tiver alguma doença na região, busque tratamento primeiro antes de utilizar essa técnica;
  • Não utilize medicamentos se prescrição médica.

Deixe seu comentário!