QC Sexo

Método Kegel melhora o prazer e diminui a incontinência urinária

Método Kegel

A perda involuntária da urina infelizmente faz parte da vida de muitas pessoas. Utilizando os exercícios do método Kegel é possível reduzir essa incontinência urinária e aumentar a sensação de prazer durante o sexo. A seguir você vai conhecer mais sobre esse método e como praticá-lo de maneira correta.

Até pouco tempo atrás não se ouvia falar sobre a importância de fortalecer o assoalho pélvico. Hoje em dia, é comum os professores indicarem exercícios para essa região tão importante do corpo.

Esse assoalho se localiza literalmente no chão da bacia e é composto por um conjunto de músculos importantes, que juntos formam uma rede de sustentação e suspensão de órgãos. Nas mulheres esse assoalho sustenta órgãos como intestino, bexiga, ovários e útero. Já nos homens é a próstata que a sustentação é feita.

Qual a importância do fortalecimento do assoalho pélvico?

Além dessas sustentações que dissemos acima, o assoalho pélvico também sustenta as estruturas responsáveis pela contração e relaxamento dos esfíncteres. Estruturas que permitem ou impedem a passagem das fezes, urina e gases que são excretados.

Mas, não pense que são apenas essas as suas funções. Esse assoalho participa ativamente da atividade sexual, estando ligado diretamente com o orgasmo da vagina e a ereção do pênis.

Com essas informações, já deu para notar a importância dessa malha muscular nessa região do corpo, não é mesmo? Sendo assim, devemos cuidar para que nenhuma função do organismo seja prejudicada.

É completamente natural que com o passar dos anos, o corpo perca todo o seu tônus muscular. Dessa maneira, o corpo todo vai perdendo seu vigor muscular. Na região pélvica não seria diferente. Logicamente, que algumas doenças contribuem para que essa perda aumente gradativamente, como a diabetes, hipertensão e obesidade.

Retirada da próstata e cirurgias ginecológicas diversas podem interferir na musculatura da região, assim como outras situações extremas que causem a pressão dentro do abdômen. Tosses excessivas, prática de corridas de alta performance, levantamento de peso e outros esportes que sejam de alto rendimento, contribuem para essas alterações na região.

O método Kegel sem dúvidas, é uma maneira eficaz de fortalecer toda a musculatura dessa região, evitando assim que a incontinência urinária aconteça.

O que é o método Kegel?

O método Kegel surgiu na década de 40, seu idealizador foi o ginecologista Arnold Kegel, que notou que a incontinência urinária de seus pacientes tinha uma correlação com a fraqueza muscular de toda a região perineal.

A partir dessa informação, ele criou uma sequência de exercícios, cuja função principal era a de fortalecer a musculatura da região. Dessa maneira como havia pensado, uma grande parte dos seus pacientes apresentou uma redução nos episódios de incontinência urinária.

Além disso, muitos também relataram uma melhora significativa do prazer durante o sexo.

Os exercícios do método de Kegel evoluíram bastante desde a década de 40, inclusive novos estudos em relação a eles foram realizados e muitas descobertas foram feitas.

Os exercícios são excelentes para a prevenção dos episódios de incontinência urinária e também para a prevenção da incontinência fecal, da flacidez muscular que surge após o parto aumentando as sensações de prazer e o atingimento do orgasmo.

Além disso, esses exercícios atuam diretamente na prevenção de sensações desagradáveis como os prolapsos ou bexiga caída.

Para que servem os exercícios desse método?

Como dissemos, esses exercícios do método Kegel servem principalmente para combater o enfraquecimento muscular de todo o assoalho pélvico, reduzindo a perda de urina de forma involuntária. Esses exercícios servem tanto para homens, quanto para mulheres.

O músculo que se fortalece é o Pubococcígeo, que fica localizado exatamente no assoalho pélvico. O prazer sexual aumenta, isso se dá pelo grande fluxo de sangue na região pélvica.

As mulheres ainda são as mais beneficiadas com esses exercícios, pois combatem o vaginismo. Disfunção que ocorre quando a mulher contrai de forma involuntária, todos os músculos da vagina, impedindo que haja penetração.

Já nos homens observou-se o combate das disfunções eréteis, consequentemente da ejaculação precoce.

Método Kegel

Dicas para fazer os exercícios do método Kegel de forma segura

Para que os exercícios do método Kegel sejam feitos com segurança e não causem nenhum desconforto, listamos algumas dicas importantes. Confira a seguir:

  • A primeira dica é começar os exercícios com a bexiga vazia;
  • Identifique o músculo pubococcígeo, isso pode ser feito simplesmente interrompendo o jato do seu xixi;
  • Contraia o mesmo músculo por alguns segundos para identificar bem onde ele se encontra;
  • Sabendo onde esse músculo está, realize 10 contrações, preste atenção para não contrair outro músculo;
  • Faça pausas para que a região muscular não fique fadigada;
  • 10 séries diárias com 10 contrações é o mais indicado.

Recomenda-se que os exercícios do método Kegel para quem está começando agora, sejam feitos deitado, as pernas podem estar dobradas. As pessoas que já possuem alguma prática com esses exercícios, podem fazê-los de pé ou sentado com o auxílio inclusive de bolas de ginástica.

Exercícios do método Kegel com contrações lentas

  • Sente em uma cadeira, ou banquinho e deixe os joelhos em uma posição a 90°;
  • Para se certificar que não esteja fazendo movimento de contração na região da barriga e nem prendendo o ar, coloque as suas duas mãos nela;
  • Contraia por aproximadamente de 5 a 10 segundos, toda a região do períneo. Você vai fazer o movimento de prender o coco e o xixi simultaneamente;
  • É importantíssimo que você não prenda o ar;
  • O relaxamento da região deve durar exatamente o mesmo tempo que você conseguiu fazer as contrações, por exemplo, se você conseguiu fazer 6 minutos de contração, relaxe também durante 6 minutos;
  • Durante 3 vezes ao dia, faça séries com 10 repetições de contrações. Pode ser feita 1 de manhã, 1 de tarde e 1 de noite.

Exercícios do método Kegel com contrações rápidas

  • É muito importante que você esteja relaxado para fazer esses exercícios do método Kegel;
  • Sentado em uma cadeira ou banco, deixe os seus joelhos a um ângulo de 90°;
  • Contraia a região do períneo, como vimos acima e solte-a;
  • A contração deve ser feita no estilo “contrai e solta”. O período de relaxamento é bem curto, apenas de 3 a 5 segundos entre essas contrações;
  • No dia a dia, essa contração é excelente e deve ser feita quando houver movimentos de esforço como espirrar, tossir, levantar ou pegar peso, agachar;
  • Esse exercício também deve ser feito em 3 séries de 10 repetições.

Esses exercícios do método Kegel já beneficiaram dezenas de pessoas que por algum motivo específico, apresentaram incontinência urinária pela perda do tônus muscular na região do assoalho pélvico.

Deixe seu comentário!